Pense Globalmente, aja Localmente! Vem para a rua!

O movimento Ocupa Salvador iniciou, desde o dia 15 de outubro, o acampamento na praça em Ondina de forma experimental e por razões simbólicas que envolvem ampla discussão sobre a legitimidade da relação entre a esfera pública e setores empresariais privados sob diversos aspectos.

A reforma da Praça de Ondina se deu a partir de um processo licitatório iniciado em 2010, que disponibilizou a área de 9 mil m² para concessão até 2015. A empresa Premium Produções venceu a disputa e poderá usar a área para implantação do camarote Salvador, um dos maiores do circuito Barra/Ondina do carnaval de Salvador, até o fim da concessão. A licitação foi feita pela Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom).

A praça não é arborizada, não tem bancos com recostos e mantém estruturas removíveis para facilitar a instalação anual do camarote, não atendendo a conceitos básicos que caracterizam praças públicas como espaços públicos de convívio.

O movimento Ocupa Salvador, enquanto movimento de ocupação simbólica, busca mobilizar a esfera pública livre para discussões e proposições acerca de temas essenciais e das demandas públicas estruturais de toda a cidade em todos os setores, não se restringindo, evidentemente, à questão da praça de Ondina, mas utilizando-a como mera representação simbólica dos extravios políticos e sociais de nossos tempos atuais.

O Ocupa Salvador constitui-se num esforço conjunto de pessoas para pensar e propor soluções alternativas e politicamente eficazes para o resgate da função real dos Poderes Públicos representativos de Salvador e ampliar as dicussões sobre modelos de organização política e social. O movimento trabalha, portanto, em prol de uma transformação estrutural da sociedade que contemple os anseios universais de justiça social, participação ativa e horizontal da população na esfera política, educação de qualidade, interrupção do processo de degradação ambiental, deslegitimação de qualquer poder autoritário não justificado e tantas outras causas de amplo sentido comum.

O movimento Ocupa Salvador é uma articulação livre de pessoas, sem lideranças estabelecidas e aberto à participação de toda população de Salvador. O movimento transforma a praça num ambiente de articulação pública, livre e dinâmica, a fim de agregar gente que quer se mobilizar, colaborar e/ou discutir os rumos da cidade, realizar ações diretas criativas e intervenções culturais, políticas e sociais – sempre numa dinâmica pacífica, apartidária e sem nenhuma ligação com entidades formais de qualquer natureza.

Cabe lembrar que o movimento Ocupa Salvador é parte de um movimento contestatório de nível mundial e está se articulando com os demais movimentos livres de ocupação no Brasil que se mobilizaram a partir da iniciativa global de 15 de outubro: OcupaRio, AcampaSampa, OcupaNatal, OcupaBH e outros.

Na praça nova de Ondina são realizadas diariamente as assembléias livres do movimento. Participe! Traga suas ideias para que juntos realizemos nossas práticas.

A rua é nossa! É só o começo…

Anúncios