A nossa nova plataforma online tem domínio próprio, no endereço: http://www.ocupasalvador.org/

Neste dia 15 de novembro encerramos o ciclo inicial de 30 dias de movimento! Continuamos acampados por tempo indeterminado na Praça dos Indignados em Ondina, onde resistimos aos fortes ventos e sucessivas chuvas, fortalecemos relações de colaboração entre os acampados e demais participantes do movimento, aclaramos coletivamente rumos e propostas concretas e realizamos diversas ações!

Nestes 30 dias, realizamos três diálogos públicos:

I diálogo: com Michael Burawoy, da Universidade da Califórnia, em Berkeley; e Ruy Braga, da USP. Sociologia Pública e movimentos sociais contemporâneos. Veja o post e vídeo >>

II diálogo: com Vladimir Safatle e Christian Dunker, da USP. Ocupar para reconstruir. Veja o post e vídeos >>

III diálogo: com Jean Paul Rybak, sociólogo pela Universidade Paris I (Sourbonne) – Democracia, geopolítica e contexto brasileiro. (vídeo em breve, veja o post).

Realizamos ações culturais como teatro fórum na praça e também apresentações  de artistas de rua; domingo musical com a banda paulista Soulstripper; participamos como convidados no Seminário sobre Arte e Política realizado pela Faculdade Social – FSBA, onde provocamos: é hora de a Universidade ir às ruas (veja vídeo). Realizamos assembleias diárias, exibição de vídeos seguidas de discussões livres e várias ações diretas na praça e em outros pontos da cidade.

O Movimento Ocupa Salvador é um início de um processo novo e aberto, que opera de forma independente de qualquer instituição, seja partidária, acadêmica, sindical ou de qualquer outra natureza, e se organiza de forma autônoma, colaborativa e horizontal.

Pense global e aja local! O ocupa Salvador participa do movimento global de revolução crítica junto com outros Ocupas pelo Brasil e em mais de 80 países.

Todos concordamos que precisamos criar novos processos políticos. Resgatemos a praça pública como local de convívio, de interação e como espaço de foruns livres sobre questões sociais e de soluções alternativas para as demandas de amplo interesse comum.

Conheça o movimento Ocupa Salvador, e participe! Não buscamos adesão a um movimento pronto, mas sim colaboração ativa nem nosso processo de construção! Traga suas ideias para que coletivamente realizemos nossas práticas!

Anúncios